Welcome to our website !
Posso dizer com certeza absoluta,
que ser avô não se explica com palavras.
Lembro com uma saudade infinita,
onde nos braços do meu avô parecia estar voando...sem asas.
Enquanto ele rodopiava pela sala,
numa alegria sem nenhuma explicação.
Eu sentia toda força da verdadeira felicidade,
alimentando a vida e fazendo bater mais forte o coração.
O cafezinho sempre novo,
com sabor de alegria ao quadrado.
Fogão à lenha,comida com sabor de quero mais,
Resistir! Um verdadeiro pecado.
Cumplicidade para mais um pedaço de bolo,
açúcar no abacate,dormir mais tarde,tempo para brincar.
E a saudade apertando o peito neste instante,
Quando percebemos onde começamos a aprender a sonhar.
Estórias encantadas de príncipes e princesas,
fantasmas,sapos falantes,peixe morrendo afogado.
E essas lágrimas caindo dos meus olhos agora
É a saudade sem tamanho de tudo o que tive no passado.
Mas...
Se você ainda ainda tem a oportunidade de abraçar seus avós,
Ouvir as maravilhas que eles tem para dizer.
Abrace esse momento com alegria no olhar
Se não o fizer,vai se arrepender!
Não perca mais tempo,
porque o tempo AINDA está a seu favor.
Não perca a oportunidade de ser feliz
E desfrutar de um incomparável e sublime amor.

 Depois é muita,muita mesmo,enorme saudade.






Passarinho bateu asas para cruzar o infinito,
Cortou o céu azul sem direção.
Assim passarinho,gostaria de voar,
Quem sabe até o alto de uma montanha,
Onde meu grito a tanto tempo sufocado,
No meu coração,liberto,se soltasse pelo ar.
Vai passarinho,canarinho,bem-te-vi,tanto faz
Passarinho não se separa,
Passarinho é passarinho, nada mais.

Você voa passarinho
Com as asas dadas por Deus.
É voar,cantar somente
Não existe diferença entre o hoje e o amanhã.
Eu também vivo voando,viajar,
Com as asas da ilusão.
Quando parti já nem me lembro mais,
Nem sei quando vou chegar.

Eu queria voar mais rápido,
Atravessar de vez a barreira do tempo.
Ir mais veloz que o pensamento,
Por maior esforço ainda sou lento.
Ah!  Passarinho, não nasci para a solidão,
Por isso pelo mundo estou sempre correndo assim.
Atrás dessa invisível felicidade,
Com a velocidade da luz,
Cada vez mais longe de mim.


Vida!
A gente acredita no amor
Faz planos onde não entra a dor,
Mas tudo se transforma em ilusão.
Eu sei o que se passa com você
Sinto, é difícil entender
Até mesmo o nosso próprio coração.


Quem é que neste mundo nunca sofreu por amor?
Em seu peito não tem as marcas da dor,
por  amar tanto  e mesmo assim viver tão só?


Amigo!
Quem tem medo de sofrer não deve amar,
Aprendi sem ninguém me ensinar,
Que amor e dor estão sempre juntinhos.
Você deixou o orgulho te dominar,
Viver meu amigo não é sonhar,
Deixe o orgulho ou vai terminar sozinho.


Se visse somente o mundo do egoismo,
Acreditasse com base na ilusão.
Procurasse a paz e encontrasse a guerra,
Para amar não encontraria razão.
Sorriria sem motivos para sorrir,
Acreditaria que a esperança infelizmente acabou.
Não poderia realizar no fim o sonho,
Que um dia idealizou.

Choraria,choraria
e o tempo passaria para você.
Não teria amor,iria terminar na solidão.

Mas,se de repente visse  o mundo
Com pessoas lutando pela vida.
No amor a vitória alcançada
Ser feliz no final desta corrida.
Fé em Deus e esperança no futuro
Poder dizer "Neste abismo aqui jaz"
O egoísmo,o orgulho e a guerra
Desfraldamos a bandeira da paz.

Sorriria,sorriria,sorriria
e o tempo não iria te deter.
Entenderia que outro mundo é possível
e esse novo mundo já começa  acontecer.

É preciso querer ver!



Somos todos iguais
com direitos e deveres.
Alguns poucos tem mais...
DIREITOS.
E outros muitos tem mais...
DEVERES.
Enquanto a minoria participa do banquete,
A maioria não tem direito nem a poucas migalhas.
Carros em alta velocidade,
ou quase parados,hora do povo voltar pra casa.
Loucura de gritos
Silêncio de emoções verdadeiras.
Se eu tivesse asas
Fugiria da loucura urbana,
Para um lugar bem diferente.
Onde cada um fosse chamado pelo nome,
E não ficasse tão sozinho
Cercado por tanta gente.

O sapo casou com  a sapa
Num belo dia de chuva.
O sapo falou contente
_Essa sapa é uma uva.

A sapa ficou feliz
Respondendo com emoção.
_Ele me acha uma uva
Eu  acho ele um pão.

Um grilo muito falante
Não se fazendo de rogado.
_Nunca vi casal mais feio
Nem em conto assombrado.

Não vou dar opinião
Não amole e não insista.
Se e feio ou bonito?
Depende do ponto de vista.